A música chegou cedo para o compositor Paulo Bi, ao frequentar ainda criança

as rodas de choro na casa de Pixinguinha.

 

Já se apresentou no Japão, África do Sul, Suíça, Alemanha, Espanha, Argentina, Colômbia, Peru, Uruguai e Guatemala.

 

No ano de 1999 chega ao público o CDLIVRO Festa dos Bichos, seu primeiro

CD para crianças numa parceria com a Livraria e Editora Letras e Expressões.

 

Em 2000 lança A Casa do Zé, CD contendo composições próprias e folclóricas.

 

De Paes para filhos é o seu terceiro trabalho trazendo 14 poemas de José Paulo Paes que musicou, apresentado pela dupla Sandra Peres e Paulo Tatit.

 

Em 2012 lança o Cd Cantando Histórias e em 2014 o Cd Banda da Floresta.

 

Em outubro de 2017 embarcou para a Argentina, onde se apresentou em Neuquén (Patagônia) e em Buenos Aires no CCK, dentro da programação do Encontro da Canção Infantil Latino-Americana e Caribenha.

 

Em maio de 2018, se apresentou novamente em Neuquén na sala Alícia Rego

e no Centro Cultural de Neuquén. 

 

Em seguida vai para Rada Tilly, onde participou do Encontro de Música Infantil Pororó e nas cidades de Sarmiento e Trelew, apresentou espetáculo em homenagem aos sessenta anos da bossa nova.

 

Dia 2 de junho do mesmo ano esteve no Uruguai para participar do Encuentro Bella Unión, que reuniu músicos do Brasil, Uruguai e Argentina, na cidade de

Bella Unión.

 

Em setembro de 2019, lança o EP Yeté.

 

Dia 21 de setembro de 2019 embarcou para a Guatemala, para participar do Encontro da Canção Infantil Latino-Americana e Caribenha.

 

Em 2020 participou de festivais virtuais, do festival ECOH e realizou através do Instagram a série de Lives Bate-Papo Curumim, recebendo convidados com participação ativa na área da Cultura da Infância.

 

É coordenador da Rádio Butiá Brasil e membro do MOCILYC (Movimento da Canção Latino-Americana e Caribenha).